segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Doutor Harold Eugene Edgerton, o homem que parou o tempo

O Doutor Harold Eugene Edgerton foi o criador do flash que conhecemos hoje. Ele possibilitou imagens nunca antes vistas pelo homem.


Do FL

O Doutor Harold Eugene Edgerton (06 de abril de 1903 - 4 de janeiro de 1990) foi mais cientista que fotógrafo. Porém, sua contribuição para a fotografia o coloca no hall da fama de nossa querida arte.

Edgerton foi responsável por desenvolver o flash que hoje conhecemos. Usando um equipamento estroboscópico, ele conseguiu congelar o instante dando mais de 100 disparos por segundo.


Você pode querer ver também:
Dicas para fotografar bem melhor
Dicas para fotografar a lua
Dicas para fazer fotometria
Outros Fotógrafos famosos

Professor de engenharia elétrica do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), ele registrou, com precisão, objetos em deslocamentos tão rápidos que não são perceptíveis a olho nu, como o estrago que uma bala de revolver faz em uma maçã, ou a sequência do estouro de uma bexiga.   

O Dr. Edgerton também ajudou o explorador submarino Jacques Cousteau eu seus trabalhos. O “Papa Flash” como era carinhosamente chamado, desenvolveu câmeras subaquáticas e até sonares para os projetos de Cousteau.

Edgerton foi várias vezes premiado e teve suas fotos publicadas na capa da Live e destaque em uma reportagem da National Geographic em 1987. Embora não se considerasse um artista, suas fotos estão expostas em vários museus pelo mundo.
 

O Doutor Harold Eugene Edgerton permaneceu ativo durante toda a sua vida e morreu, subtamente, aos 86 anos no Clube do MIT. 




Google