quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Fotógrafo fica milionário após ação de Direitos Autorais.


Andrew Paul Leonard ganhou ação contra a empresa Stemtech Health Services por uso indevido e sem autorização de suas fotografias microscópicas


Do FL

O fotografo americano Andrew Paul Leonard, especialista em fotos microscópicas, moveu um processo de direitos autorais contra a empresa Stemtech Health Services e ela terá que pagar a ele 1,6 milhões de dólares.
O caso deu-se início em 2008, quando a empresa, que vende suplementos nutricionais, usou indevidamente suas fotos em sites, publicações e até mesmo em palestras, para promover seu produto e aumentar as vendas.

A bolada poderia ser maior se o profissional tivesse registrado suas fotografias antes que a empresa usasse-as sem autorização (ele acabou registrando depois).

No dia 11 de outubro deste ano, o tribunal deu ganho de causa a Leonard e ele, claro, agradeceu 1,6 milhões de dólares mais rico.

Garanto que sairia bem mais em conta, para a empresa, se tivesse contratado o serviço do fotógrafo, por mais caro que fosse. 

Aqui no Brasil, a lei que protege o trabalho fotográfico (e outros) é a Lei dos Direitos Autorais nº9.610, de 19 de fevereiro de 1998. No entanto, ainda, não conheço nenhum caso em que o fotógrafo tenha ficado milionário. 

Google