terça-feira, 26 de novembro de 2013

China quer detectar manipulações de imagens


A ideia é detectar manipulações em sites do governo e excluí-las, além de evitar extorsões por fotografias sexualmente constrangedoras


Do FL

Depois de várias fotografias constrangedoras com montagens bisonhas em photoshop, por parte de autoridades do país, o governo chinês está investindo alto em pesquisas sobre manipulação fotográfica.

Varias universidades estão recebendo verba extra para intensificar pesquisas que mostraram, com rapidez, se uma foto foi ou não alterada.

Não, a ideia não é melhorar suas evidentes manipulações e evitar que prefeitos e outros funcionários apareçam “voando” em fotografias (já mostramos uma foto aqui). O que o governo quer é descobrir rapidamente se uma foto foi ou não manipulada.

Claro, assim que descobrir, as ridículas fotos montagens serão excluídas dos portais do governo, antes mesmo que caiam nas mãos da imprensa e acabe virando mais uma piada virtual.

Além disso, há um motivo mais preocupante para este investimento na detecção de fraudes nas imagens. É que vários figurões vêm recebendo fotos constrangedoras em que eles aparecem fazendo sacanagens sexuais sexualmente expostos e são, na maioria das vezes, extorquidos por tal imagem.   


Não há um número exato de quantos crimes deste tipo foram praticados, mas acredita-se que menos de 10% dos extorquidos procuram a polícia para denunciar o caso.  
Google