quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Flash e o inverso do quadrado da luz na fotografia


Porque, quando usamos o flash, o objeto da frente fica claro e lá atrás fica escuro?



Por Diego Calvo
Foto por Diego Calvo
Ilustração Diego Calvo

Quando usamos o flash em nossas fotografias, podemos perceber que o primeiro plano fica claro, visível e nítido, mas lá no fundo da cena, a escuridão toma conta da imagem.

Isso se dá porque quanto mais a luz percorre um caminho, mais fraca ela fica. A este fenômeno é dado o nome de “lei do inverso do quadrado da luz”.


Você pode querer ver também:
Dicas para fotografar bem melhor
Dicas para fotografar a lua
Dicas para fazer fotometria
Fotógrafos famosos


Quem descobriu isso foi um cara chamado Isaac Newton (o mesmo da maçã e da lei da gravidade) lá pros idos século XVII.

Newton não entendia nada de fotografia (já que ela só seria inventada no século XIX por Niépce), mas era fera em física. Segundo sua lei, a luz fica mais fraca o quadrado da distância que percorre. Complicado? Vamos descomplicar.

Se uma luz, de valor 4, sai por aí em alta velocidade, no primeiro metro ela vai ter a perda de 1/1², ou seja, “4- 1/1² = 3”. Ela continua sua jornada agora com valor 3. Quando passa pelo segundo metro, ela terá uma perda de 1/2², sendo assim, “3-1/2²=2,75”. Ela segue seu caminho com o valor de 2,75. Quando passa pelo terceiro metro, ela perderá 1/3², “2,75 – 1/3²= 2,64”, e assim por diante (como mostrado na imagem baixo).


Perceba que logo de cara ela tem uma perda imensa de 1 ponto de luz. Depois ela vai perdendo menos e continua sua trajetória sempre se dissipando.

Por isso é chamado de lei do inverso do quadrado da luz, pois a luz diminui a intensidade na proporção inversa do quadrado da distância percorrida.

Isso acontece porque, na mesma proporção que diminui a luminosidade, ela aumenta a área iluminada.

Vamos supor que a mesma luz, de intensidade 4, comece sua trajetória e no primeiro metro, ela ilumina uma área de 1m². Quando ela passar no segundo metro, a mesma luz está iluminando 2m². Seguindo, no terceiro metro ela estará iluminando 3m² e assim por diante (como na imagem abaixo).


Com uma intensidade 4, a luz deixará 1m² muito mais claro que a mesa intensidade iluminando 3m². Concorda?

Vale lembrar que esta regra serve para qualquer tipo de luz, seja de um flash, de uma lâmpada incandescente ou de uma estrela.

Esta força também rege a gravidade e nosso planeta está ligado ao sol por ela. Mas isso já é demais né?! Não vamos complicar!


E você aí achando que estava livre de matemática e física se escolhesse seguir a fotografia!      

Google