segunda-feira, 15 de julho de 2013

A história da FotoMontagem

Esta fotomontagem foi uma famosa brincadeira que rodou o mundo depois do 11 de setembro de 2001
 A fotomontagem foi usada para diversos fins. Veja neste artigo algumas das mais celebres delas.


Por Diego Calvo

A fotomontagem é tão antiga quanto a própria fotografia. Quatro anos após o francês Daguerre apresentar a primeira máquina fotográfica, o também francês Hippolyte Bayard, em 1839, montou uma foto, como protesto, forjando seu possível suicídio.

Você sabe qual o dia mundial da fotografia?

Daí para adiante, diversos motivos foram responsáveis por usar a fotomontagem. O principal deles, e que deixou mais trauma na história do homem, foi a política.

Existe também a foto em perspectiva forçada que é uma técnica que pode ser vista como fotomontagem. 

No fotojornalismo, esta prática é extremamente proibida, levando seu ‘manipulador’ a perda de credibilidade e ao desemprego. No entanto, fotos montadas já foram premiadas pelo mundo devido a difícil identificação da fraude.

Abaixo, veja alguns exemplos de foto montagens na história.


Nesta foto, a cabeça de Abraham Lincoln, ex-presidente norte-americano, foi colocada no corpo do político sulista John Calhoun.


Esta foto foi tirada por Mathew Brady. O general Francis P. Blair foi adicionado à imagem com os generais de William Tecumseh Sherman.


As primas Elsie Wright e Frances Griffits, disseram que se encontraram com fadas no quintal de suas casas. As provas eram uma sequência de fotos em que as primas interagiam com as entidades mágicas. As imagens chamaram a atenção de, inclusive, Sir Arthur Conan Doyle, criador de Sherlock Holmes. Décadas depois, a dupla admitiu que eram fotomontagens onde as fadas não passavam de imagens impressas em um papel.


Stalin era o político/ditador que mais usava deste recurso manipulatório para remover seus inimigos de cena. Nesta fotomontagem, ele mandou tirar um comissário depois de um desentendimento com o pobre.


Talvez a mais famosa de todas as fotomontagens tenha sido a do suposto Monstro do Lago Ness. Ela foi tirada em 1934 pelo médico Robert Kenneth Wilson e publicada pelo jornal ‘The Daily Mail’. Depois o autor, em 1994, revelou que tudo não passou de um truque e que o seu monstro nada mais era que um submarino de brinquedo adaptado com uma cabeça de serpente.


Nesta fotomontagem, Adolf Hitler, que dispensa apresentação, mandou tirar seu parceiro Joseph Goebbels da foto.


Benito Mussolini tentou parecer mais poderoso e fez esta foto montagem retirando o homem que segurava seu cavalo.

Tantas outras fotomontagens foram feitas em detrimento da verdade, mas lembre-se, isso é um desrespeito com quem verá sua foto.

Dúvidas, sugestões e indicações, deixe uma mensagem abaixo. 
Google