quarta-feira, 29 de maio de 2013

Dica para fotografar “Pôr-do-Sol”


Fotografar um pôr-do-Sol é mais fácil do que se pensa. Bastam algumas dicas para que a foto saia com uma qualidade boa.



Por Diego Calvo
Fotos Diego Calvo

Bom, vamos começar pelo Sol:

O sol é uma estrela, fato. Sua energia vem de fusões atômicas que acontecem no núcleo e na crosta. Por isso, ele é brilhante pacas.

Sua luz é de cerca de 5,7 mil Kelvins. Acredite, isso é bem claro.


Sem delongas, vamos à dica de como fotografar o pôr-do-Sol.

Bom, se quiser fotografar no modo automático, certifique-se que o ponto do fotômetro esteja no centro, procure no manual de sua câmera a forma de “Medição Centralizada”, que geralmente é representado por este símbolo “[o]”.


Você pode querer ver também:
Dicas para fotografar bem melhor
Dicas para fotografar a lua
Dicas para fazer fotometria
Fotógrafos famosos
Leia também sobre "Contraluz".


Perceba que desta forma, ao apertar de leve botão, sem tirar a foto, a máquina vai focar e fotometrar (calcular a velocidade e a abertura necessária para extrair uma imagem aceitável). Esta fotometria será calculada a partir de onde você está mirando o “meio” do visor.

Agora que sabe fazer esta “fotometria” no modo automático, é hora de aprender como fotografar o pôr-do-Sol.

Não coloque o “meio” do visor no sol, pois ele é muito claro e sua foto sairá muito escura. Mire no céu, nas proximidades do astro rei, assim, sua câmera vai calcular uma meia luminosidade, o que lhe garantirá uma linda foto do pôr-do-Sol.

Se você fotografa no modo manual (que recomendo muito), coloque o ISO em 100 e brinque com a abertura e a velocidade, você terá diversos resultados fascinantes.

A ideia é sempre fazer silhuetas – árvores, prédios, morros, montanhas, pessoas, etc. – divirta-se fotografando o pôr-do-Sol.

Ainda que a foto saia muito clara, ou muito escura, dá para corrigir no Photoshop. Aperte Ctrl+m para abrir uma tela em forma de diagrama chamada “Curves” (ou Curva em português). Se levar a “curva” para cima, vai clarear a foto, no sentido inverso, escurece. Faça vários testes!

Use também a regra dos terços para enquadrar suas fotos. 

E lembre-se, o crepúsculo acaba rápido! Se não conseguir a foto, só em um outro dia de Sol!


Curiosidade - Ao contrário do que imaginamos, a luz do Sol é branca. Isso, branca! Vemos nosso astro amarelo porque parte de sua luz se dissipa na atmosfera, dando esta coloração.

  
Google