segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Erich Salomon e a fotografia cândida


Foto tirada em 1928
Erich Salomon, o pai do fotojornalismo, entrou para a história com apenas cinco anos de trabalho


Por Diego Calvo
Fotos Erich Salomon

Talvez você não conheça este ilustre fotógrafo, mas, com certeza, conhece a sua criação. Erich Salomon, nascido na Alemanha em 1886, é considerado o pai do fotojornalismo tal qual como conhecemos hoje em dia.

Ele começou a fotografar vislumbrado, primeiramente, pela oportunidade financeira. Apesar da formação em engenharia e zoologia, Salomon trabalhava no departamento de publicidade da editora Ullstein House.


Diz a história que em um dia de 1928, Salomon tomava um café em um restaurante quando uma forte tempestade abateu a cidade. Um vendedor de jornal disse-lhe que um tufão havia derrubado uma árvore e uma mulher teria morrido. Ele correu até o local e um fotografo fazia as imagens. Negociando, comprou o material fotográfico por 90 francos e o revendeu por 100. No entanto, teria pensado: “Eu poderia ter tirado estas fotos!” No dia seguinte, comprou uma câmera Ermanox.


Você pode querer ver também:
Dicas para fotografar bem melhor
Dicas para fotografar a lua
Dicas para fazer fotometria
Outros Fotógrafos famosos


Sua máquina era pratica e compacta, o que lhe propiciou fazer imagens roubadas, sem pose, pegando figurões em momentos descontraídos e totalmente espontâneos. Ninguém, até então, ousara realizar tal feito, até porque os equipamentos e as técnicas da época não permitiam isso. Assim como outros fotógrafos, ele virou adepto da Leica em 1930.  

Autorretrato 
Outra coisa que fez de Salomon o pioneiro da fotografia Cândida, era sua recusa em usar flash’s. Dizia ele que a luz do dia era ideal e não precisava sofrer alterações.

Além de tudo, fundou a primeira agência de fotografia que se tem noticias, a Dephot. Abusado, foi também o primeiro a usar uma câmera escondida para registrar um local onde fotógrafos não podiam entrar.

Seu trabalho foi bruscamente ceifado quando Hitler chegou ao poder em 1933. Salomon, judeu, imigrou para os países baixos. Invadidos, nosso pioneiro foi levado para Auschwitz, onde em 1944, foi assassinado.

Em cerca de cinco anos de labuta, ele marcou o mundo da fotografia. Se hoje tentamos passar desapercebidos para registrar algo e trazer a verdade em nossas imagens, lembre-se, o primeiro a ter esta preocupação foi ele, Erich Salomon.

Google